Subscribe:

quarta-feira, 11 de abril de 2012

"O lugar onde se nasce nunca devia morrer"

Uma das coisas que odeio é uma desculpa esfarrapada.
Odeio, venha da parte de quem vier.
Topo-as à légua, não entendo porque são usadas mas sei que soam sempre a isso mesmo, desculpas esfarrapadas.
E ouvir o ministro Paulo Macedo dizer que a Maternidade Alfredo da Costa vai encerrar este ano porque há hospitais como o S. Francisco Xavier e Capuchos que possuem neste momento material de cariz obstetríco, neonatal e infantil que representam um grande investimento e que neste não estão a ser usados por falta de nascimentos naquelas unidades hospitalares soa-me a uma profunda e enorme desculpa esfarrapada.
Mas isto faz algum sentido?
E porque não fizeram esse estudo antes do investimento?
E é por isso que vão agora fechar uma instituição que é a maior do seu género em Portugal?


Sim, estou mais uma vez incrédula.

2 comentários:

Bruno disse...

o sitio onde nasci tambem fechou...ha uns tempos

Maria Neves disse...

o sitio onde eu nasci não fechou. Ao fundo da minha rua vira-se à esquerda em direcção ao Cidral e logo à esquerda fica a Maternidade Daniel de Matos.

Enviar um comentário